fbpx
Banner Promocional - Aprenda sobre café e empreendedorismo gratuitamente
Aprenda sobre café e empreendedorismo gratuitamente
Tag

empreendedorismo

Browsing

Confira neste artigo dicas para montar uma cafeteria e obter muito sucesso na sua jornada empreendedora.

Muitas pessoas possuem o sonho de empreender, mas não sabem por onde começar.

Quando o assunto é montar uma cafeteria as dúvidas são as mais variadas possíveis e geram diversas incertezas e insegurança para o futuro comerciante.

Pensando nisso, reunimos 5 dicas muito importantes e que devem te ajudar a compreender quais são os principais detalhes para se preocupar no momento de abrir o seu próprio negócio.

Além disso, vamos falar também sobre a importância do planejamento ao abrir uma cafeteria.

Fique com a gente até o final deste artigo e descubra todas as novidades!

Será que vale a pena abrir um negócio no nicho de cafeterias?

Bebida sendo servido na cafeteria. Imagens de Pixabay

A primeira dúvida que muitos empreendedores iniciantes possuem é se realmente vale a pena ou não montar uma cafeteria.

A nossa resposta é sim, com certeza! Mas, o sucesso do estabelecimento depende exclusivamente de você e do planejamento do seu negócio.

Afinal, muitas pessoas acabam focando em montar a estrutura do café, mas se esquecem de detalhes tão importantes, como o planejamento financeiro e o funcionamento da empresa.

Somente o planejamento pode lhe ajudar a pensar em como atrair o público-alvo para a cafeteria, estudar melhor a localização, a concorrência e muito mais.

Portanto, não ignore a etapa de construção de ideias e de estratégias da sua cafeteria, mesmo que seja um negócio de pequeno porte.

Dicas para montar uma cafeteria

Agora que já explicamos um pouco mais sobre a importância do planejamento para abrir um negócio, vamos te dar algumas dicas que devem te auxiliar no passo a passo para montar uma cafeteria dos sonhos, confira abaixo:

1 – Tome a decisão

Cafeteria. Imagem de Pixabay

O primeiro passo para montar uma cafeteria de sucesso é tomar a decisão, ou seja, estar 100% decidido a iniciar a sua jornada no nicho de cafeterias.

Esse passo é muito importante, pois somente depois da sua decisão que as coisas vão começar a fluir realmente.

Por isso, estamos frisando a importância de tomar a decisão e caminhar em direção ao futuro e sucesso da sua empresa.

Após dar esse passo, virão novos desafios que aos poucos serão todos solucionados para o seu projeto deslanchar. 

2 – Entenda o DNA do seu negócio

O segundo passo é um dos mais importantes ao montar uma cafeteria, pois é o momento de criar uma identidade para a empresa.

É o momento de definir o que você mais gosta e deseja oferecer para os seus clientes.

Veja abaixo alguns tópicos que devem ser definidos nessa etapa e devem ajudar no processo de planejamento da sua cafeteria:

  • Definir a visão da empresa;
  • A missão e os valores;
  • A identidade da empresa;
  • Público-alvo;
  • Logo;
  • O que será oferecido ao consumidor;
  • Diferencial da cafeteria no mercado.

Portanto, esses são alguns dos principais tópicos que merecem atenção no momento de definir o DNA do seu negócio.

3 – Coloque o seu projeto no papel

Planejamento da cafeteria. Imagens de Pixabay

É muito importante colocar o seu projeto no papel no momento de montar uma cafeteria, pois esse é o momento de ter consciência de tudo aquilo que o seu negócio precisa para funcionar.

Sendo assim, é o momento de pensar em diversos detalhes como a localização, o lugar em si, a estrutura, capital social, móveis, utensílios, funcionários, fluxo de caixa, marketing, atendimento e muito mais.

Com certeza, deu para ter uma noção dos diversos detalhes que necessitam de atenção na hora de planejar.

Quando você coloca tudo isso no papel, é possível pensar em estratégias e planos, principalmente para agir de maneira assertiva para possíveis imprevistos, que certamente aparecem, mesmo nos planejamentos mais minuciosos.

4 – Crie uma persona

A criação da persona é essencial para que você possa atingir o seu consumidor de maneira assertiva.

Afinal, quando você não sabe qual é o perfil do seu público-alvo, fica muito difícil escolher os produtos que podem chamar atenção deles, assim como o atendimento e a organização do local.

Caso você tenha dúvida sobre o que é uma persona, não se preocupe, nós vamos esclarecer.

A persona, é na verdade, um personagem fictício que representa o público-alvo do seu negócio.

Dessa maneira, é possível criar estratégias que serão visualizadas em uma persona, isso evita o planejamento vago das ações da empresa.

Além disso, é uma maneira de pensar e definir quais tipos de alimentos devem acompanhar o café do estabelecimento, conhecendo o seu público, fica muito mais fácil agradá-lo.

5 – Busque um ponto comercial

Estudar e colocar a empresa no papel. (Dica 3)

Por fim, vamos falar da importância da escolha de um ponto comercial para montar uma cafeteria.

Essa é a última dica propositalmente, pois para escolher um ponto, é preciso levar em consideração o seu público, a estrutura da empresa, o DNA do negócio e muito mais.

Por exemplo, se você pensa em montar uma cafeteria simples e que seja de curta estadia para o cliente, um ponto no centro pode ser o ideal, pois é de fácil acesso.

Agora, se você deseja oferecer uma experiência mais elaborada ao cliente e consequentemente ter um ticket médio maior, um bairro mais afastado pode ser uma boa opção.

Além disso, ao definir a persona do seu café, é bem mais fácil definir os modelos de cafeteria, como exemplificamos acima.

Conclusão

Com as dicas que citamos acima, ficou um pouco mais fácil iniciar o seu projeto de montar uma cafeteria de sucesso.

Principalmente porque você não vai deixar nenhum detalhe ou etapa importante do seu negócio para trás.

Afinal, esse é um dos maiores erros cometidos pelos empreendedores iniciantes.

Gostou do nosso artigo sobre como montar uma cafeteria de sucesso? Conheça o curso completo para quem quer abrir um negócio no nicho de cafés de qualidade. 

Aproveite e compartilhe este post com os seus amigos ou familiares que estão pensando em abrir um negócio!

Acesse este link para saber mais novidades sobre o mundo das cafeterias, no nosso canal do Telegram.

E se o empreendedorismo te levasse a abrir um negócio fora dos padrões, que somasse duas paixões, como café e bike, uma cafeteria fora da caixa, mas dentro dos seus propósitos?

Quando você pensa em uma cafeteria, podem vir à sua mente vários modelos e conceitos de serviços diferenciados. Desde as mais sofisticadas, com ambientes confortáveis, coworking ou até mesmo o conceito “to go”, sem mesas para receber os clientes.

Mas, se inovação é a palavra de ordem, uma cafeteria “fora da caixa” pode ser um negócio alinhado a muitos propósitos, que podem atender aos anseios de um nicho de mercado e ao sonho de um empreendedor.

coffee bike
Café e Bike. Imagem de Unsplash

COFFEE BIKE

Não é novidade que café e ciclismo criam um lifestyle que muitas vezes andam (ou pedalam) juntos. Muitas cafeterias surgiram nessa temática e vêm conquistando cada vez mais clientes. Algumas agregam ao negócio a venda de peças, acessórios, equipamentos, serviço de manutenção às bikes, acolhendo praticantes do esporte e outros consumidores também.

O café especial avança nessa comunidade, por ser um produto selecionado e trazer mais qualidade, e portanto, mais saúde aos seus consumidores, que muitas vezes já priorizam a alimentação saudável.

bike food
Conceito de bike food vem do food truck. Imagem de Unsplash

O conceito food bike é um derivado do food truck, ou seja, um modelo de negócio de comida de rua em um veículo adaptado para esse fim, criando, assim, mobilidade e oportunidade para atender eventos, feiras, shows, etc. Pode até mesmo estar instalado em locais fixos (food parks), como uma opção diferente de praça de alimentação ou qualquer outro local onde haja demanda.

Requer investimento menor em relação à lojas físicas e pode ser o primeiro passo para muitos empreendedores.

Existem legislações específicas para esse comércio, e além de um bom plano de negócios para o retorno do investimento, exige concessão da prefeitura para trabalhar em locais públicos, como ruas e avenidas, e da vigilância sanitária para manusear alimentos.


VEJA: VOCÊ SABE PARA QUE SERVE A CAFEÍNA?


COMO SURGIU A IDEIA?

cafeteria na bicicleta
Coffee Run Bike. Créditos: David Lucena

O executivo de negócios, Oséias Matoso, natural de Santa Catarina, há 15 anos em São Paulo, vislumbrou nesse modelo de cafeteria, uma maneira de empreender, aliando duas de suas paixões: o pedal e cafés especiais. 

Atuando em uma multinacional de tecnologia e informação jurídica, tornou-se praticante do ciclismo, no entanto, quase não consumia café na ocasião. Foi apresentado ao café especial por um amigo em uma cafeteria de São Paulo e sentiu-se arrebatado por esse universo, por sua extensa variedade de grãos e métodos de preparo.

Procurou aprofundar-se no assunto, estudou e provou muitos cafés, buscando saber mais sobre toda a ciência que o compreende, desde o fruto, a torra, até a xícara.

Servir café especial em food bikes (ou coffee bikes) já era comum. No entanto, para que seu negócio tivesse sua identidade, Oséias criou a Coffee Run Bike, agregando seus valores pessoais às novas oportunidades de negócio.

A CAFETERIA

Localizada na Ciclovia da Marginal Pinheiros, em São Paulo, atende desde ciclistas de alta performance, usuários da ciclovia que utilizam a bicicleta como mobilidade urbana, até às famílias que passeiam de bicicleta pela ciclovia, aos finais de semana. 

Ele próprio faz a curadoria dos grãos em torrefações parceiras, reconhecendo os pequenos produtores que possuem os mesmos valores de sustentabilidade. 

Cafés apresentados por Oséias Matoso
Oséias Matoso, da Coffee Run Bike

Os cafés são servidos em métodos filtrados de preparo e também em drinks, com sua receita exclusiva de cold brew (café extraído a frio, servido gelado), puro ou com tônica.

A qualidade do café é o foco principal, por isso, a coffee bike dá a mesma importância para a água do preparo, utilizando filtros específicos instalados no próprio equipamento. Os clientes são atendidos por profissionais baristas, que oferecem opções de grãos diferenciados em métodos como V60 e Aeropress.


LEIA TAMBÉM: CAFÉ SENSÍVEL: UM ESTADO DE PRESENÇA


ALÉM DO CAFÉ

Para proporcionar mais experiências para seus clientes, também vende café em grãos, com sua marca própria nas embalagens, assim como o cold brew, produzido e engarrafado por ele, em duas versões (puro e com baunilha e rooibos, que funciona como um isotônico natural).

A Coffee Run Bike funciona como um verdadeiro pit stop, aquela pausa rápida e providencial para quem se exercita na ciclovia. Pensando nisso, o empreendedor buscou agregar snacks saudáveis, como brownies fit, gelato vegano, e outros, que seguem a mesma linha conceitual, além de acessórios com sua marca própria, que incrementam o faturamento e ajudam na divulgação da marca.

ciclistas bebendo café na Marginal Pinheiros
Ciclovia da Marginal Pinheiros – SP

DESAFIOS

A inauguração das atividades ocorreu em agosto de 2020, em meio à pandemia do covid-19, com todas as regras de restrição e distanciamento social.

Segundo Oséias, a principal dificuldade desse empreendimento, além da burocracia inerente a qualquer negócio, é driblar as condições climáticas, pois está localizado ao ar livre, sob a marquise de uma ponte. Quando chove, além de ficar sujeito à ação do vento, seu público diminui e essa é uma variável imprevisível.

Nestas ocasiões, focamos na entrega de pacotes de cafés e cold brew para os clientes tomarem antes, durante ou depois do seu treino indoor, mas já estamos planejando outra estrutura” (Oséias Matoso)

VISÃO E VALORES

Oséias busca apresentar o café de qualidade de forma educativa, sensibilizando e criando consciência sobre as diferenças entre cafés em seus consumidores, e para isso, procura estar alinhado ao perfil e à necessidade deles. Compreende que a comunicação é fundamental para estabelecer essa conexão com seu público.

Nota-se a preocupação com a sustentabilidade, pelo uso de copos biodegradáveis, opções de filtros de metal no preparo dos cafés (dispensando os filtros de papel), além da coleta de lixo seletiva. Oséias apoia a mobilidade urbana sustentável pelo exemplo, locomovendo-se de bicicleta pela cidade, diariamente, no trajeto de sua casa ao trabalho.

A Coffee Run Bike proporciona ações solidárias, como nas ocasiões em que oferece cafés para os trabalhadores da ciclovia, como os garis e os que fazem a limpeza do Rio Pinheiros.  Também apoia causas sociais, um de seus colaboradores veio do projeto Fazedores de Café, um programa que realiza capacitação gratuita para baristas. 

Créditos: David Lucena

A Coffee Run Bike procura oferecer produtos feitos por microempreendedores usuários da ciclovia, que usam a bike como mobilidade urbana, treino ou lazer, fortalecendo uma rede de apoio mútua, diz o empreendedor.

Nestes posicionamentos, a cafeteria sobre rodas de Oséias está aliada aos ideais da empresa administradora da ciclovia, que visa melhoria urbana, contando com empresas que desejam gerar benfeitorias para a população e para cidade no geral.

A maior riqueza que se pode ter são as pessoas, então é nossa obrigação ajudar aos que estão começando a empreender” (Michel Farah, fundador da Farah Service, administradora da ciclovia)

Para o futuro, Oséias busca crescimento. Para isso, está organizando uma estrutura que lhe possibilite uma operação melhor, já planeja expandir para outros pontos, bem como atender eventos.

E se podemos dizer que o café nos permite infinitas possibilidades, certamente uma coffee bike de cafés especiais, direcionada pelos valores de seu idealizador, é mais uma delas.


SAIBA MAIS: CAFETERIA MÓVEL, CONHEÇA OS PRÓS E OS CONTRAS


Abaixo, alguns referências importantes para quem pensa em empreender em coffee bike:

Anvisa -RDC 49 – Boas Práticas para MEI 

Sebrae – Como montar uma food bike 

Dicas para Microempreendedor Individual de Food Bike