fbpx
Banner Promocional - Aprenda sobre café e empreendedorismo
O maior evento digital para quem quer abrir uma cafeteria
Tag

coffe-lover

Browsing

E se o café fosse realmente proibido? Veja neste artigo algumas situações na história em que o café foi proibido!

Com certeza, deve ser estranho ouvir falar de lugares em que o café está proibido, mas isso já aconteceu em alguns lugares do mundo, durante algum período de tempo.

Já ocorreram algumas situações na história em que o café foi efetivamente proibido de ser comercializado.

Separamos algumas dessas histórias para você acompanhar, confira a seguir!

1 – E se o café fosse proibido em Meca?

Em primeiro lugar, vamos falar de Meca, o primeiro lugar em que o café foi realmente proibido no ano de 1511.

Meca situa-se num vale desértico da Arábia Saudita ocidental e é a principal cidade sagrada do Islã.

Naquela época, acreditava-se que o café estimulava diversos tipos de pensamento radicais. Além disso, fazia com que as pessoas ficassem preguiçosas e à toa.

Dessa maneira, o governador da época pensava que isso poderia unir a oposição, o que não era nada bom, segundo o seu ponto de vista.

Além disso, o café também possui uma péssima reputação devido ao fato de ser considerado um estimulante.

Um fato curioso sobre tudo isso, é que o café também era utilizado em funerais da época, pois era uma maneira de manter as pessoas acordadas durante todo o ritual das orações.

2 – E se o café fosse proibido na Itália?

Isso mesmo! Até na Itália essa bebida maravilhosa já foi banida e isso aconteceu mais precisamente no século XVI.

Segundo os padres e clérigos da região, esse tipo de bebida era considerado algo satânico, e por essa razão, o café devia ser banido do país.

Entretanto, o Papa Clemente VIII experimentou a bebida antes de dar a sua opinião sobre a bebida ser satânica ou não e achou simplesmente deliciosa.

Inclusive o próprio Papa fez uma brincadeira sobre a bebida, afirmando que até ela deveria ser batizada.

Dessa maneira, devido a benção do Papa, muitas cafeterias passaram a surgir em toda a Europa, que coisa boa, não é mesmo?!

3 – E se o café fosse proibido na Constantinopla?

E se o café fosse proibido

Quando Murad IV tomou posse do trono em Otomano, ele também proibiu a bebida e inclusive criou penas para quem as consumisse.

Dentre as principais histórias está a que Murad andava sozinho pelas noites de Murada observando tudo o que acontecia na região.

Sendo assim, ao adentrar em uma cafeteria, ele ouviu diversas pessoas tomando a famosa bebida e discutindo assuntos sobre política.

O que mais os espantou, foram as pessoas colocando a culpa das coisas que aconteciam na cidade no governo que o próprio Murad havia assumido.

Após o ocorrido, ele resolveu banir o café de toda a província, utilizando a lei islâmica que proíbe intoxicantes.

E o mais assustador, é que ele decapitava a cabeça das pessoas que eram pegas bebendo café em qualquer lugar. 

Já o seu sucessor adotou regras mais tranquilas para quem ingerisse a bebida. Sendo assim, a primeira vez que a pessoa fosse pega bebendo café, ela levava somente uma surra.

Agora se a pessoa fosse pega pela segunda vez, ela era costurada em uma bolsa de couro e jogada em um rio da região.

4 – E se o café fosse proibido na Suécia?

A Suécia já baniu o café do consumo da população 5 vezes! 

Uma das vezes que isso aconteceu foi em 1746 quando o governo inclusive baniu todos os equipamentos de produção da bebida.

Além disso, os policiais da época confiscaram pires e xícaras para realmente desestimular o consumo do café.

Um dos castigos que eram aplicados a quem fosse pego bebendo era se tornar um rato de laborátorio para a realeza.

Um dos experimentos foi aplicado em gêmeos, em que um teve que beber café durante vários dias, enquanto o outro bebia chá.

Dessa maneira, eles conseguiram diferenciar possíveis hábitos e comportamentos dos irmãos, porém o Rei que ordenava esse tipo de experimento morreu assassinado em 1772.

Depois morreram outros cientistas, o irmão que tomava chá e por último, o irmão que tomava café.

5 – E se o café fosse proibido na Prússia

Spilled Coffee, Coffe, Copo

Por fim, vamos falar de mais um local onde o café foi proibido, na Prússia.

No ano de 1777, Frederico, um dos grandes monarcas da época, declarou em um manifesto que a cerveja era considerada superior ao café.

Esse argumento foi utilizado principalmente devido para afirmar que a produção de café estava atrapalhando a produção de cerveja no país.

Mas, será que essa declaração funcionou e fez com que os moradores do local parassem de ingerir café durante a manhã?

Já pensou em tomar uma cerveja logo de manhã, no lugar do café?

Bom, essas são as principais histórias sobre as tentativas de proibir o consumo de café em alguns lugares do mundo.

Gostou do nosso artigo sobre as proibições do café pelo mundo? Aproveite e compartilhe essa curiosidade com outros amantes do café!

 

Você acaba bebendo café com estômago vazio seja porque está atrasado para ir ao trabalho, ou talvez durante uma pausa nas suas atividades diárias para poder espantar o cansaço. Também é possível que você simplesmente tenha o hábito de apreciar um café especial sem nenhum outro acompanhamento.

São nessas horas que podem surgir sintomas indesejáveis típicos da gastrite, como refluxos e dores estomacais. Então, será que beber café com o estômago vazio faz mal à saúde? Confira nos tópicos a seguir.

Possíveis causas

Muitos amantes de café relatam que a ingestão da bebida sem outros acompanhamentos pode causar alguns efeitos negativos como azia, indigestão e desconforto estomacal, sintomas característicos da gastrite, que consiste na inflamação das paredes internas do estômago.

Esses incômodos podem acontecer por diferentes motivos:

Sensibilidade à acidez do café

O café é naturalmente ácido, por isso é comum sentir um gosto picante e cítrico ao desfrutar alguns métodos de preparo da bebida. A reação do organismo a esses componentes presentes no café, irá variar para cada pessoa.

Existem pessoas com sistema digestivo mais sensível ao ácido, por isso podem apresentar sintomas como refluxo e azia. Enquanto outras, podem experimentar o mesmo café, e não ter nenhum desconforto.

Qualidade do grão

As dores de estômago também podem estar associadas a baixa qualidade do café, provavelmente causada pelo processamento inadequado dos grãos ou armazenamento inapropriado.

Alguns fungos podem surgir principalmente nas etapas de pós-colheita, que incluem o processamento e secagem do café.

Sabe-se que os fungos – também chamados de bolores – produzem micotoxinas, que são substâncias capazes de provocar refluxo, indigestão e dor no estômago.

Outras causas

A sensação de irritação no estômago também pode estar associada a outros fatores que têm uma acidez ou estimulam a produção desses componentes no organismo, e não somente pela ingestão de café.

O consumo excessivo de alimentos ácidos, condimentados e gordurosos, bebidas alcoólicas podem ser prejudiciais porque exigem uma maior produção de ácidos no organismo para conseguir realizar a digestão.

O uso contínuo de medicamentos como aspirina e anti-inflamatórios, além de cigarros, também podem contribuir para a inflamação no estômago.

Como reduzir os efeitos da acidez no estômago

A partir de algumas medidas é possível amenizar os prováveis efeitos da acidez no estômago relacionados ao café. O objetivo é que você consiga aproveitar ao máximo a bebida sem ter nenhum tipo de desconforto. Veja algumas dicas:

Experimente o cold brew:

O método de extração a frio é interessante para reduzir os sintomas indesejáveis relacionados ao consumo de café.

No cold brew a concentração de diversos componentes ácidos da bebida é consideravelmente menor se comparado a extração a quente.

A extração dos métodos coados mais tradicionais são realizados em temperaturas mais elevadas, que facilitam a maior absorção de substâncias presentes no café.

Já para fazer um cold brew, utilizamos uma técnica de extração a frio, que além de tornar o processo mais lento (pode levar até 18 horas para ser feito), também dificulta a absorção desses elementos presentes no café. Leia o artigo original,  clicando aqui.

O resultado na xícara é uma bebida suave, mais doce, de aroma intenso e com menos acidez no paladar.

Experimente cafés de torra mais intensa

A torra mais intensa dos grãos pode ser benéfica para os que apresentam uma maior sensibilidade estomacal. Isso ocorre devido ao componente N-Metilpiridínio, conhecido como NMP, que é gerado somente nessa etapa de torra do café.

E quanto mais escura a torra for, maior será a quantidade de NMP que chegará na sua xícara.

No corpo humano, esse componente impede o estômago de produzir ácidos em excesso. Logo, o resultado de um consumo maior de NMP é de uma possível redução nos efeitos da acidez no estômago.

Experimente café descafeinado

A cafeína pode desencadear sensações desagradáveis ao beber café. O componente não está presente apenas no café, mas em chocolates, bebidas a base de cola, guaranás, mate, chás verdes e chás pretos.

Uma possível solução para pessoas que não querem abrir mão do café, é optar pela versão descafeinada da bebida, que tem no máximo 0,1% de cafeína. Porém, vale destacar que o consumo deve ser moderado para pessoas que já têm hipersensibilidade à acidez.

Não beba café com estômago vazio

Muitas pessoas têm o hábito de beber uma xícara de café logo quando acordam. Porém essa prática não é benéfica para o organismo.

Beber café com estômago vazio faz com que ocorra um aumento na produção de ácidos estomacais, ocasionando uma maior irritabilidade no órgão e, consequentemente, má digestão e azia.

Por isso não é recomendável que você beba café de estômago vazio, independentemente se tem ou não gastrite.

Alguns acompanhamentos como a banana e o leite (para quem pode consumir) podem minimizar efeitos indesejáveis ao ingerir o café, por terem propriedades alcalinas, que são capazes de neutralizar a acidez da bebida.

Conclusão

Os sintomas desagradáveis relacionados ao consumo do café de estômago vazio variam de pessoa para pessoa. Alguns componentes químicos dos grãos podem estimular a produção de ácido gástrico, mas os efeitos são variados, dependendo do tipo de café e do organismo de cada indivíduo.

Além disso, as dores de estômago podem estar relacionadas a baixa qualidade do café, que podem conter fungos,  devido ao mau armazenamento ou processamento inadequado.

Os efeitos de acidez no estômago estão relacionados ao próprio estilo de vida da pessoa, que não deve abusar de certos alimentos, bebidas alcoólicas e cigarro, que podem desencadear sintomas indesejáveis como azia e indigestão.

Bons hábitos contribuem para a redução dos efeitos da gastrite. Porém se os sintomas forem recorrentes, recomenda-se consultar um médico.


VOCÊ JÁ SEGUE A GENTE NO INSTA? CLIQUE AQUI PRA VISITAR NOSSO PERFIL.