fbpx
Tag

coador de café

Browsing

A BSCA (Associação Brasileira de Cafés Especiais) inicia novo protocolo e certifica método de preparo de café especial. Quer saber como?  Confira aqui.

O que faz a BSCA?

O site da BSCA aponta que a associação tem por finalidade, o desenvolvimento de parcerias para pesquisas, difusão de técnicas de controle de qualidade e com as promoções de produtos, consegue elevar os padrões de excelência dos cafés brasileiros oferecidos nos mercados interno e externo.

Quais as outras especialidades da BSCA?

Entre o coado e o espresso existem infinitas maneiras de preparo, não é mesmo?

Em casa, nos escritórios, nas cafeterias e em muitos serviços de alimentação, inúmeros tipos de coadores e utensílios para o preparo de cafés, são utilizados.

Muitos deles, objetos de desejo dos consumidores e amantes de cafés, que os ostentam por seu design, beleza e maneiras diferentes para verdadeiros rituais de preparo.

método de extração


LEIA TAMBÉM  UMA COLETÂNEA DE MÉTODOS POUR OVER


Como funciona a certificação da BSCA?

Baristas elegem seus métodos favoritos, seja pela praticidade na operação, pelo resultado de bebida que entregam ou para disputar nas diversas modalidades de competições de barismo.

Mas para nós, brasileiros, existe um grande problema. A maior parte desses acessórios não são fabricados aqui e as taxas de importação elevam bastante o custo para aquisição desses utensílios.

Diante disso, a BSCA buscou desenvolver uma certificação dos produtos criados e fabricados no país, com o propósito de reconhecimento e valorização de métodos nacionais.

Koar de cerâmica
Koar de Cerâmica

SAIBA COMO FAZER UM BOM CAFÉ EM CASA


E então, o pioneiro nessa certificação de métodos de preparo de café especial foi o método Koar, com reconhecimento em 28 de janeiro de 2021.

modelo de certificação de método de preparo da BSCA
Certificação de Método de Preparo pela BSCA

O Koar foi desenvolvido em Pernambuco e lançado em 2017, com um design que facilita alcançar as notas mais doces e encorpadas nos cafés. É fabricado em 4 tipos de materiais: cerâmica, acrílico, inox e porcelana.

Além dos coadores, a empresa Koar desenvolveu filtro de papel próprio, e uma linha de outros acessórios, como decanter graduado, suportes, canecas, bolsas, entre outros, que fazem a alegria dos coffee lovers.

Quais são os critérios de certificação?

Entrevistamos Vanusia Nogueira, diretora da BSCA, para sabermos como foi o processo de certificação de um método de preparo.  Você também poderá assistir a entrevista na íntegra, no YouTube.

Os fabricantes do método devem ser associados à BSCA e atender os requisitos básicos para a certificação.

É primordial que o método de preparo permita manter a qualidade sensorial de cafés certificados pela BSCA.

Os cafés selecionados para o teste, mantêm, no pós-torra, as mesmas características descritas nos cafés verdes, segundo a avaliação de degustadores profissionais.

O resultado final não poderá apresentar nenhum gosto ou aroma residual, seja do material do utensílio ou do filtro utilizado.


VEJA TAMBÉM EMPRESA CRIA FILTROS DE PAPEL PARA CADA NÍVEL DE TORRA


Os materiais dos coadores, ou o filtro de papel, não podem interferir na qualidade sensorial da bebida, mantendo as características originais dos cafés.

A avaliação é feita às cegas, por degustadores e baristas, por meio de análise comparativa a outros métodos tradicionais no preparo de café filtrado.

Sendo assim, segundo os avaliadores, o café preparado no Koar, tanto de acrílico, como o de cerâmica,  mantiveram os atributos dos cafés, garantindo ao método Koar, a chancela da BSCA como um método aprovado para o preparo de cafés especiais.

Além do sabor, a usabilidade

No desenvolvimento deste protocolo, outras questões também foram pontuadas, como praticidade no manuseio, embalagem, assim como instruções de uso para o consumidor, como fatores relevantes na certificação.

O fabricante certificado recebe um documento da BSCA e a autorização para o uso do selo em seu produto.

E assim, um caminho se abre para outros fabricantes nacionais que buscam reconhecimento para seus produtos, fomentando a manufatura de acessórios de qualidade e de fácil acesso para os consumidores de cafés do Brasil e do mundo.

Merecemos, não é?

Você conhece a história do método Koar? Venha saber a jornada do método de extração de café genuinamente brasileiro, que é jovem, mas já tem muitas experiências para contar!

Sempre nos lembramos que o Brasil é o maior produtor de café do mundo, porém éramos carentes de métodos de extração desenvolvidos por brasileiros, não é mesmo? 

Contribuindo para mudar esse cenário, em março de 2017, o Café, elemento que sempre aproxima as pessoas, reuniu alguns de seus entusiastas: um publicitário (Fernando Sá), uma barista (Lidiane Santos / Kaffe Torrefação e Treinamento) e um engenheiro mecatrônico (Filipe Santiago) para criarem e desenvolverem um método que possibilitasse um resultado de bebida doce e encorpado. 

Koar de Cerâmica


UM PROPÓSITO SENSORIAL

Para alcançar o sensorial desejado, a ideia foi uma fusão de estilos de filtros e porta-filtros que favorecessem ressaltar a doçura, corpo e ainda trazer uma agradável acidez ao café.

Após alguns protótipos de silicone impressos em 3D e muitos testes, em 2017 foi lançado em Pernambuco, o primeiro Koar, feito em cerâmica vitrificada.

O design desse método cônico apresenta 16 sulcos em forma de ondas com uma profundidade que permite que o filtro de papel não fique aderido às paredes do porta-filtro. Isso cria um espaço que possibilita um fluxo de ar, de forma a favorecer maior velocidade à extração do café. 

Com uma angulação de 55°, possui um único furo central (de 15mm) para reter a saída, resultando em um equilíbrio da passagem da água, proporcionando assim, extrair um café com o sensorial almejado pelos idealizadores. 


Leia também A LÓGICA DO CAFÉ E A CONSTRUÇÃO DOS SABORES


COAR COM K

A escolha do nome ficou entre Método Koar e Metódo K  (sugestão de Eudes Santana, esposo da Barista Lidiane e sócio da Kaffe TT) , já que COAR era sua finalidade e a letra K estaria relacionada à Kaffe e Kika, também sócia da empresa. Ambos os nomes foram devidamente registrados. Como sabemos, Koar foi o eleito.

Fernando, Felipe e Lidiane, desenvolvedores do Koar

VERSÕES DO KOAR

Koar de cerâmica

O Koar de Cerâmica é artesanal e por ser pintado à mão, cada peça é singular, sendo apreciado inclusive como peça decorativa. Suas cores são inspiradas em asas de borboletas e assim como na natureza, cada uma delas é única.

Mas o Café continuou favorecendo encontros providenciais para o time da empresa Koar. No início de 2019, após servir e encantar Fernando Sá com um bom café servido num copo especial de chocolate, Juscelino Bourbon (barista e engenheiro) assumiu o desafio para o desenvolvimento do Koar em metal. Com sua expertise em plásticos e muita pesquisa, trouxe ainda a solução para o desenvolvimento do método em outros materiais. Hoje segue à frente dos projetos como sócio da empresa.

Koar de Acrílico

A produção do Koar de Cerâmica se mantém em Pernambuco, berço da cultura brasileira do artesanato em barro. Já os outros materiais têm sua manufatura no interior de São Paulo.

 O Koar de Acrílico, lançado em novembro de 2019  tem o preço mais acessível e maior capacidade produtiva, sendo o modelo mais popular entre eles.

 

Koar de Aço Inox

O Koar de Aço Inox, traz a possibilidade de acoplar uma válvula que possibilita retenção do líquido da extração ainda dentro do porta-filtro. O sistema permite uma infinidade variações de receitas, já que torna o coador um método híbrido entre percolação e infusão.

 

NOVOS PRODUTOS

A Koar Café do Brasil também desenvolveu e já disponibiliza no mercado seu próprio filtro de papel, que é produzido com a qualidade da Celupa®  tendo a versatilidade de se encaixar perfeitamente também no porta filtro V60-02 da Hario. 

Filtro de papel Koar

A empresa oferece ainda outros acessórios como suportes, decanter e bolsas e, segundo Fernando Sá, brevemente será lançado o modelo do Koar em Porcelana, além de outros acessórios como xícaras, canecas, estação de extração e novo decanter.

Já com diversos pontos de distribuição em alguns estados no Brasil, a Koar têm planos para exportação em 2021, com acordos sendo firmados na América Latina; Kika Lira (uma das sócias da empresa), já está na Europa preparando tudo para o Koar chegar lá também. 

KOAR EM CAMPEONATOS

Em março de 2019 surgiu a primeira Copa Koar, em parceria com a IL Barista Cafés Especiais em São Paulo. O evento contou com 30 competidores que apresentaram aos juízes sua melhor receita no Koar e o barista Rafael Rodrigues faturou o primeiro lugar. 

Em novembro de 2019,  a Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) realizou na S.I.C ( Semana Internacional do café) o Campeonato Brewers Cup sob licença da WCE (World Coffee Events).  Luis Felipe Regueira, representante da empresa Koar, e também um dos baristas envolvidos nos testes de desenvolvimento do método, estreou sua participação em competições com o recém lançado Koar de Acrílico e garantiu, com muita emoção, o terceiro lugar no pódio.

Luis Felipe Regueira

Em março de 2020, aconteceu a segunda edição da Copa Koar. Dessa vez, dentre 27 competidores, a final foi disputada por três baristas mulheres e a campeã foi Jéssica Lada, que venceu com sua receita no Koar de Acrílico. Mariana Bahls foi a segunda colocada e eu, Andrea Menocci, conquistei o terceiro lugar, com muita alegria.

Eventos assim fomentam todo o setor cafeeiro, pois reunem todos os elos do mercado de cafés, desde produtores, torrefadores, cafeterias até baristas e coffeelovers em um encontro recheado de valores que incentivam o consumo cada vez mais apaixonado por cafés especiais.

INDICAÇÃO DE RECEITA

A capacidade máxima sugerida para o Koar é 30 g de Café, já que que seu volume máximo comporta até 300 ml.

Para elevar mais ainda a doçura é recomendada uma pré-infusão de 30 a 40 segundos e em seguida mais dois ou três despejos até completar o total da água utilizada conforme a proporção da receita que lhe agrade.

De acordo com Luís Felipe e os campeões das duas primeiras edições da Copas Koar, o método tem muita qualidade,  seu desempenho traz versatilidade, uma vez que permite o desenvolvimento de diversas receitas com ótimos resultados na xícara, sendo ideal para uso pessoal ou profissional.

Método Koar

Leia também MEXER OU NÃO MEXER: O GUIA DEFINITIVO DA AGITAÇÃO


Até o momento, essa é a história do método Koar,  e não é à toa que se tornou o método queridinho de muitos baristas e coffeelovers.  Além de ser um produto nacional (100% criação pernambucana), traz essa riqueza de detalhes, emoções e ainda mais experiências sensoriais para apreciarmos nossos primorosos cafés.  

De fato, o Koar ainda tenha muitas histórias para contar e encantar! Vamos Koar ?

Que tal começar pelo meu ebook gratuito?
Clique aqui, para baixar.