fbpx
Banner Promocional - Aprenda sobre café e empreendedorismo gratuitamente
Aprenda sobre café e empreendedorismo gratuitamente
PARA BARISTAS

COFFEE SCIENCE FOUNDATION INICIA PESQUISA SOBRE COLD BREW

Pinterest LinkedIn Tumblr

A Coffee Science Foundation (CSF) anunciou que iniciará um novo projeto de pesquisa “buscando um entendimento mais profundo do Cold Brew”.

A CSF é uma organização de apoio da Specialty Coffee Association (SCA) que serve como braço de pesquisa da SCA. É uma organização sem fins lucrativos dedicada a promover o entendimento do café e garantir seu futuro por meio de pesquisa, construção de conhecimento e divulgação. Os resultados dos projetos gerenciados pelo CSF ​​são divulgados à comunidade cafeeira global em eventos, por meio de publicações e programas de educação cafeeira.

Esse novo projeto irá definir os parâmetros de extração do Cold Brew, incluindo análises químicas e sensoriais.

“O Cold Brew tornou-se uma parte importante na cena de cafés especiais e estamos animados em investigar as propriedades sensoriais e físicas que o tornam tão especial”, diz Peter Giuliano, diretor executivo do CSF ​​e diretor de pesquisa da Specialty Coffee Association..

O mercado de Cold Brew vem crescendo consideravelmente na última década, e as inovações em estilo e processo fizeram com que houvesse uma ampla diversidade de experiências sensoriais à disposição dos consumidores. Este último projeto de pesquisa pretende entender a extração, preparação, armazenamento e valor do consumidor de Cold Brew de uma maneira mais abrangente e detalhada.

O PLANO DE PESQUISA

  • Dois anos de projetos de pesquisa liderados por Ph.D e pesquisadores do café treinados em ciência sensorial, química, física e ciência do consumidor.
  • Exploração completa das técnicas de extração a frio, incluindo temperatura durante o preparo, tempo de preparo, porcentagem de extração e concentração, documentando seu impacto nos atributos sensoriais e químicos usando cafés especiais.
  • Exploração completa do efeito do tempo decorrido durante e após a extração nos atributos sensoriais e químicos do café.
  • Análise profunda das preferências dos consumidores nacionais e internacionais dos vários parâmetros de extração, incluindo o mapeamento de preferências e a potencial de tolerância de preço.
  • Série de publicações para o café e a imprensa popular, compartilhando resultados de pesquisas, incluindo um manual do Cold Brew.
  • Uma série de palestras (mais de 20) em vários eventos de café, realizadas por pesquisadores e líderes de projetos.
  • Resultados da pesquisa integrados ao currículo de educação da SCA.

O SUPORTE E APOIO FINANCEIRO

O suporte financeiro para este projeto é liderado pela empresa fabricante do Toddy e o projeto começará no primeiro trimestre de 2020.

“Durante anos, sabemos que o café a frio produz uma xícara muito diferente dos métodos tradicionais de extração que utilizam água quente, mas tem sido difícil para qualquer um explicar como e por que. Estamos entusiasmados em apoiar este projeto que ajudará a entender a ciência por trás do método que  esclarecerá o que torna a extração a frio única, tanto do ponto de vista químico quanto sensorial ”, diz a presidente da Toddy, Julia Leach.

“Muitas das pesquisas no sobre extração a frio nos últimos anos foram proprietárias. Achamos que era importante para a Toddy assumir um papel de liderança no apoio à pesquisa que beneficiará toda a indústria.”


LEIA TAMBÉM: RÓTULOS NOS CAFÉS ESPECIAIS: O QUE É PRECISO INFORMAR?


Artigo originalmente publicado no BeanSceneMag.
Leia o artigo original aqui.


Siga o BARISTA WAVE no Instagram, LinkedIn e Facebook