fbpx
NOTÍCIAS DO CAFÉ

CAFÉ VILÃO? PROPAGANDA DA ENO RECEBE NOTA DE REPÚDIO

Pinterest LinkedIn Tumblr

A propaganda da Eno que traz Tatá Werneck recomendando o produto para os consumidores causou indignação na comunidade cafeeira porque segundo o anúncio, o café é responsável pela azia e má digestão da protagonista.

Propaganda Leite de Magnésia — ENO

O anúncio do antiácido na versão líquida está sendo veiculado desde o dia 3 de novembro, que traz Tatá Werneck, comediante e atriz, como a protagonista. No vídeo, ela bebe um café que lhe causa azia e má digestão. Em seguida, combate o problema com o Leite de Magnésia.

 

A Associação dos Cafeicultores do Rio publicou nesta segunda-feira (09) uma nota de repúdio para o anúncio publicitário da Eno por relacionar o mal estar ao uso do café.

Fonte: ASCARJ

“A ASCARJ – Associação dos Cafeicultores do Estado do Rio de Janeiro repudia veementemente a recente veiculação de propaganda de anti-ácido que associa mal estar ao ato de beber café, segunda bebida em consumo no Brasil e no mundo, superada apenas pela água.

Ao contrário, diversos trabalhos científicos demonstram claramente os benefícios à saúde daqueles que bebem café diariamente. Vejam alguns destes trabalhos no item “Notícias” do site ascarj.com.br.”


LEIA TAMBÉM: CAFÉ COM ESTÔMAGO VAZIO FAZ MAL?


Frentes Parlamentares acionam CONAR

As Frentes Parlamentares do Cooperativismo (Freencoop), presidida por Emidinho Madeira, juntamente com a Frente Parlamentar Mista em Defesa do Comércio Internacional e do Investimento (Frencomex), presididas por Evair de Melo e Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), presidida por Alceu Moreira emitiram nota de repúdio em conjunto pela propaganda veiculada pela Eno.

As entidades acionaram o Conselho Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária (CONAR) no último dia (05) porque se sentem prejudicados com a veiculação da propaganda, que associa o café como vilão. Segundo a nota, o consumo traz diversos benefícios para à saúde humana.

As Frentes Parlamentares enviaram a nota de repúdio para o presidente do CONAR, João Luiz Faria Netto, pedindo a interrupção da propaganda da ENO.

Veja um trecho da nota:

Produzido pela Agência Platform GSKO, o material publicitário, além de desrespeitar
o café, uma das culturas fundamentais para o desenvolvimento e a industrialização do Brasil,
apresenta conteúdo equivocado sobre o consumo da bebida, levando o público a crer que ele é o
causador de azia e má digestão na protagonista (Tatá Werneck), quando, em verdade, essa bebida
possui diversos estudos científicos que comprovam seus muitos benefícios à saúde humana.

De acordo com estudos da School of Public Health ligado à Universidade de Harvard¹, diversos artigos apontam potenciais benefícios à saúde humana associada ao consumo cotidiano de café, para citar alguns: menor desenvolvimento de Câncer; controle nos níveis de açúcar no sangue, consequentemente menor risco de desenvolver Diabetes do Tipo 2; e estímulo à produção de antioxidantes associados ao combate ao estresse.

Cabe também ressaltar o artigo científico “Benefícios do café na saúde: mito ou
realidade?”², as pesquisadoras ressaltam que não há relação entre o consumo de café e o
desenvolvimento de úlceras. Portanto, o argumento central da campanha publicitária é falacioso e
difamatório ao consumo de uma bebida nacional de tamanha importância como é o café.”

Você pode acessar o documento completo aqui.


CLIQUE NA IMAGEM PARA SABER MAIS
×